Luislisbello

Doce Deleite

Textos


Eu Basto a Mim Mesmo
 
Eu não sou a branca areia,
Que vive a mudar de lugar,
Ao sabor do forte vento.
 
Eu sou o vento e sopro forte,
Sopro pro sul e sopro pro norte,
Não desanime, me suporte.
 
De fato, não temo a morte,
Minha bíblia é minha cabeça,
Minha religião não se importe.
 
Se mesmo assim te incomodar,
Por favor não se incomode,
Por que basto a mim mesmo.
 
 
Luís Lisbello
Enviado por Luís Lisbello em 24/11/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras