Luislisbello

Doce Deleite

Textos


Mas Sigo
 
Na Frieza de teu olhar,
Eu enxergo meu jazigo,
Meu caminho é muito estreito,
Não podes seguir comigo.
 
Plantei flores, colhi pedras,
Que maltratam o meu caminhar,
Por isso é que sigo sozinho,
Teus olhos não podem enxergar.
 
Morreram, os sonhos que cultivei,
A mingua de amor não cresceram,
Sorrisos jamais lhes regaram,
A noite lhes negou seu orvalho.
 
 
 
Luís Lisbello
Enviado por Luís Lisbello em 23/11/2019
Alterado em 03/12/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras