Luislisbello

Doce Deleite

Textos


Anseio

A lareira
As flores,
O vinho tinto.
O teu carinho.

As flores murcharam,
A cinza jaze fria,
As taças ainda sujas,
Posso ver marcas de teus lábios.

Sinto o gosto de teu beijo,
Como será o amanhã?
Sentirá algum desejo,
Profundo é o anseio.

 
Luís Lisbello
Enviado por Luís Lisbello em 31/10/2019
Alterado em 01/11/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras